top of page
Buscar
  • Gaspar Moreno

Planejamento sucessório e a sua importância

O planejamento sucessório consiste em um conjunto de estratégias que facilitam a transição de bens de uma pessoa para seus herdeiros, sendo recomendado para todos, com ênfase especial para aqueles com 60 anos ou mais, bem como para aqueles que já acumularam considerável patrimônio.


O desenvolvimento de um planejamento sucessório pode trazer diversos benefícios, como, por exemplo:


Redução de Gastos Burocráticos: Diminuição de despesas (taxas e emolumentos x custas judiciais), honorários advocatícios, entre outros.


Prevenção de Conflitos Familiares: Um planejamento bem elaborado tem o potencial de minimizar atritos entre os herdeiros com relação ao patrimônio deixado e a forma de sua administração.


Economia de Custos com Tributos: a depender do caso concreto, o planejamento tributário pode trazer uma considerável redução na carga tributária incidente sobre a transmissão causa mortis, por meio da estruturação da forma de manutenção do patrimônio, e da sua transferência aos herdeiros.


Independência e Agilidade: Soluções judiciais nem sempre são rápidas, prolongando as etapas de transferência de bens. Por outro lado, o planejamento sucessório reduz o tempo de espera e a burocracia associada.


Em resumo, o planejamento sucessório não apenas facilita a transição de patrimônio de forma organizada, mas também oferece vantagens financeiras e emocionais, promovendo mais harmonia, agilidade e menor custo à família.

Comments


bottom of page