top of page
Buscar
  • Gaspar Moreno

Receita rejeita crédito dos Veículos utilizados por Comércio Atacadista na entrega de mercadorias

Por meio de solução de consulta datada de fevereiro deste ano, a Receita Federal manifestou entendimento segundo o qual a apuração de créditos de Pis/Cofins decorrentes de insumos está diretamente relacionada à produção de bens ou à prestação de serviços.


Partindo dessa premissa, a Receita Federal sustentou que o comerciante atacadista, responsável pela distribuição e entrega das mercadorias por meio de frota própria por meio de transporte rodoviário de carga, não tem direito a crédito sobre combustíveis e lubrificantes consumidos, ou mesmo sobre a manutenção dos veículos.


Trata-se de interpretação que, do nosso ponto de vista, distorce o conceito de insumo existente na legislação tributária e nitidamente limita o direito do contribuinte a créditos assegurados pela lei e pelo posicionamento do STJ na sistemática de recursos repetitivos, de forma que os contribuintes que tiverem interesse em aproveitar os aludidos créditos deverão buscar proteção por meio de medida judicial.


Comments


bottom of page